Últimas
{"ticker_effect":"slide-v","autoplay":"true","speed":3000,"font_style":"normal"}

Polícia Civil prende quatro pessoas por Tráfico de Drogas com drogas e 12 mil reais em espécie no município de Rolim de Moura

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da 1ª Delegacia de Rolim de Moura (RO), prendeu na quarta-feira (07), quatro suspeitos de tráfico de drogas. As prisões ocorreram durante cumprimento de mandados de busca e apreensão realizadas em uma residência e um bar.

As investigações apresentaram indícios da traficância de substância entorpecente nos dois imóveis. Diante das informações, foi possível obter a concessão junto ao Poder Judiciário o deferimento dos mandados de busca e apreensão.

Os agentes cumpriram às ordens judiciais. Na residência do casal, identificado como F. da C. C., Vulgo “Nanda”, de 34 anos e V. da S. N., de 29 anos, ambas já conhecidas no meio policial foram encontrados e apreendidos alguns invólucros de substância entorpecente, a quantia de quase sete mil reais em espécie e um cheque no valor de mil reais, um simulacro de arma de fogo, várias peças de joias, semijoias, relógios, aparelhos celulares, entre outros.

Durante todo o período do cumprimento das buscas na residência, cerca de 10 pessoas (usuários drogas) compareceram no imóvel com o objetivo de comprar entorpecente. Confirmando a suspeita de qje o local seria uma “boca de fumo”.

Já no bar, os policiais encontraram durante as buscas, vários invólucros de drogas (crack), mais de quatro mil reais (dinheiro, cheque e moedas), aparelhos celulares, uma carteira contendo vários documentos e cartões bancários em nome de diferentes pessoas, correntes e brincos e uma munição calibre .32. O proprietário do estabelecimento, A. da C. C., de 43 anos e uma funcionária, E. S. L., de 36 anos foram presos.

Ao todo foram presos quatro pessoas, mais de 12 mil reais; somando a quantia em dinheiro, cheques e moedas, joias, semijoias, aparelhos celulares, balança de precisão.

Os quatro suspeitos foram autuados em flagrante delito pela autoridade policial e foram indiciados por crime de tráfico de drogas.
FONTE: PCRO
Compartilhe nas Redes Sociais